nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 22 de março

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


PEGADA ANIMAL

Cuidadores de animais perdem tudo em incêndio

18 Julho 2018 19:35:00

Cuidadores de animais perdem tudo em incêndio e precisam de ajuda para adquirir novo terreno. Família reside ao redor de 90 cães e gatos resgatados da rua vítimas de acidente ou abandono. Confira ao vivo no Programa Pegada Animal especial sobre as doenças de pele (dermatopatias) em cães e gatos:


Sarna Otodécica 

Essa moléstia é causada por um ácaro chamado Otodectes cynoti que parasita cães, independentemente de sexo, raça, porte ou idade. Ao contrário de outros tipos de sarnas, a Sarna Otodécica não é uma zoonose, isto é, não é transmitida do animal para o ser humano.

A transmissão desse parasita ocorre principalmente por contato direto do animal infectado com o animal sadio. Além de ser considerada uma enfermidade altamente contagiosa, o ácaro que dissemina a doença, tem um ciclo de vida bastante rápido (apenas quatro horas depois que os ovos foram postos no ouvido dos cães, eles eclodem).

É muito importante que se tome bastante cuidado com os animais sadios que convivem com o animal infectado, principalmente cães e gatos, pois eles podem ser rapidamente parasitados.

Na maioria das vezes, é confundida com a otite (inflamação do ouvido). Esse erro no diagnóstico se dá devido à semelhança dos sinais clínicos apresentados pelo animal acometido. Na fase inicial, apresenta quase nenhum sintoma, passando facilmente despercebido pelo tutor.

  • Sinais  

Coceira excessiva.

  • Prevenção

Levar todos os cães que convivem com o parasitado para uma consulta. É importante também que o tutor examine a orelha do pet constantemente, a fim de encontrar alguma anormalidade.

Sarna Sarcóptica 

Popularmente conhecida como Sarna Canina é uma doença causada pelo parasita de Sarcoptes scabiei, que pode também invadir outros hospedeiros, incluindo o homem. O ácaro parasita apresenta um comportamento diferente para cada caso. É penetrado dentro da pele de um cão e causa vários problemas de pele, como excesso de coceira e inflamação.

Uma vez que o ácaro penetra no interior da pele começa a multiplicar-se rapidamente. Um ácaro é o suficiente para produzir uma infecção que pode cobrir todo o corpo do animal. Assim, o tratamento deve começar o mais cedo possível.

  • Sinais 

A infecção geralmente ocorre dentro e ao redor das orelhas, cabeça, face, membros e abdômen. Pequenos pontos vermelhos são visíveis nos cotovelos, orelhas e tronco do cão, pústulas e crostas amarelas e vermelhas desenvolvem-se em todo o corpo.

Sarna Demodécica

É causada por um ácaro, chamado Demodex canis, muito pequenos para serem vistos a olho nu. Quase todos os cães adquirem ácaros de sarna de suas mães no período de amamentação nos primeiros dias de vida.

Esses ácaros são considerados normais na fauna da pele quando em número baixo. Eles produzem doenças apenas quando um sistema imunológico anormal permite que esses números fujam ao controle.

Isso ocorre principalmente em filhotes ou em cães adultos com baixa imunidade. Uma alta incidência de sarna em certas linhagens sugere que alguns cães de raça nascem com uma suscetibilidade imunológica inata, ou seja, a ela é genética. Por isso é importante avaliar e investigar bem o canil antes de comprar um cão de raça.

  • Sinais

Ocorre nas formas generalizada e localizada.

  • Diagnostico

É feito através do raspado de pele. Visualizando em microscópio a presença do ácaro.





As mais lidas do dia

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.