nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 13 de setembro

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


O sapato fedorento

Leia essa história completa e muitas outras no livro Memórias do Zé Marmita, de Leopoldo Barentin. Adquira entrando em contato pelo (48) 98453-0809 ou visitando a sede do Jornal Razão.

Num bairro da área urbana de Tijucas moravam dois cunhados que trabalhavam na construção civil. Os dois eram casados. De vez em quando um deles, magro e alto, dava umas saidinhas e coisa de uma hora depois estava de volta. O outro, baixinho e gordo, começou a desconfiar da história e descobriu que o companheiro de trabalho tinha um caso com a sua mulher.

A noite o gordinho gostava de jogar um baralhinho, quase que todo dia, e certa ocasião inventou de chegar em casa mais cedo para ver se tinham procedência certas insinuações que a turma do bar fazia. Cuidou de chegar a pé, deixando a bicicleta escondida. Viu todas as luzes apagadas e ficou mais tranquilo. Pé por pé foi até o lado de fora do quarto, onde ouviu gemidos conhecidos. Deu então à volta por trás e na escada de acesso à cozinha encontrou um sapato. Queria dar um susto na adúltera e em quem estivesse com ela, mas mudou de planos. Pensou ele:

"Vou fazer uma sacanagem com o safado que anda com a minha mulher".

O chifrudo foi até o fundo do terreno e fez cocô dentro dos dois sapatos, colocando-os de volta no lugar. Em seguida voltou até onde estava a bicicleta e rumou para casa, fazendo bastante barulho para que a sua chegada fosse percebida. O cidadão que estava de rolo com a sua mulher saiu na corrida, calçou os sapatos e desapareceu. Realizado, o cabra enganado fez de conta que nada sabia.

No dia seguinte notou que o seu cunhado estava sem jeito. Perguntou a ele o que havia e recebeu uma bela resposta:

"Ontem à noite eu estava pegando uma casadinha. Teve um filha da puta que fez cocô dentro do meu sapato e quando saí de lá não notei a sacanagem que fizeram comigo".

"E quem era essa mulher que você estava pegando?", perguntou o cunhado.

"Se eu contar você não vai acreditar!...", finalizou.


As mais lidas do dia

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.